Economia

Santiago mantém isenção de derrama para empresas com faturação inferior a 150 mil euros

A Câmara de Santiago do Cacém vai manter a isenção da taxa de derrama em 2019 para as empresas sediadas no concelho cuja faturação anual não ultrapasse os 150 mil euros. A decisão da maioria comunista, que foi aprovada em reunião de câmara, com a abstenção da coligação PSD/CDS-PP, é “uma medida de incentivo à economia local” e “uma … Continuar a ler