Opinião: O Desafio de 2018
Opinião

Opinião: O Desafio de 2018

Por Filomena Pinela, Escrevo-vos neste final, frio, de 2017. Foi um ano extraordinário na nossa vivência como povo. Aconteceram muitas coisas felizes como a inédita vitória no Festival da Canção, repetidos sucessos no mundo futebol, o facto de ter um português à frente dos destinos da ONU, a visita do Papa Francisco no centenário das Aparições … Continuar a ler

Presidenciais 2016 Contra a Abstenção
Opinião

Presidenciais 2016 Contra a Abstenção

Por Filomena Pinela, No Domingo, dia 24 de Janeiro de 2016, vamos a votos para eleger o novo Presidente da República. Há cerca de 30 anos discutia-se a presidência da República entre Freitas do Amaral e Mário Soares. Como teria sido o nosso destino comum se a candidatura de Freitas do Amaral; vencedora na primeira volta das eleições presidenciais, tivesse saído vitoriosa? … Continuar a ler

Opinião

Opinião: Caleidoscópio 2015

Por Filomena Pinela, O final do ano aproxima-se, já cheira a Natal, é tempo de parar para fazer o balanço da vida e reorientar o caminho para o ano de 2016. Foi um ano difícil que exigiu das pessoas sacrifícios, adaptação, resiliência e a capacidade de esticar os orçamentos familiares. Foi um ano em que o Euro esteve em risco … Continuar a ler

As mulheres e o terrorismo
Opinião

As mulheres e o terrorismo

Por Filomena Pinela, Janeiro é um mês complicado para as famílias em geral, sentem-se as dificuldades em equilibrar os orçamentos, em responder as necessidades dos mais novos e a incerteza dos tempos impede a economia de fluir satisfatoriamente. Destaco o papel das mulheres que, muitas vezes em famílias monoparentais, lutam por dar o melhor de si cuidando de todos. … Continuar a ler

“Nós não temos crises, nós temos iniciações”
Economia / Opinião / Sociedade

“Nós não temos crises, nós temos iniciações”

Por Filomena Pinela Hoje quero escrever sobre o sofrimento humano. Gosto de pessoas! Sempre me apaixonei por atividades que revelam a essência da natureza humana. Há quem se interesse pelo funcionamento do corpo humano, eu gosto de dissecar almas e de intervir resolvendo dramas e litígios é essa a minha adrenalina, que é própria do … Continuar a ler