Sociedade

Medalhas de Honra e Mérito Municipal e Chave daCidade de Santiago do Cacém atribuídas apersonalidades e entidades

O Largo do Pelourinho, espaço marcante da história de Santiago do Cacém, foi o palco, dia 28 agosto, da Cerimónia de Entrega de Condecorações do Município. Os galardoados são personalidades e entidades dignas de reconhecimento público nas mais diversas áreas, que se notabilizaram e se notabilizam pelas suas ações e contributo na valorização do Concelho.

A Assembleia Municipal e a Câmara Municipal de Santiago do Cacém decidiram atribuir 31 Medalhas de Mérito, sendo que três foram a título póstumo, duas Medalhas de Honra e a Chave da Cidade. As condecorações foram entregues pela Presidente da Assembleia Municipal, Paula Lopes, e pelo Presidente da Câmara Municipal, Álvaro Beijinha, que sublinhou que esta Cerimónia é a “justa homenagem que prestamos a diversas entidades e personalidades dignas de reconhecimento público pela sua intervenção nas mais diversas áreas. Num sentido e profundo reconhecimento do seu contributo para o engrandecimento e elevação do nome do Município.”  O Autarca afirmou que “devemos olhar com orgulho para o legado do passado do Concelho,” frisando que “a sua população saberá dar continuidade a essa grandeza no presente e no futuro.”

A cerimónia teve como ponto alto a entrega da Chave da Cidade, ao motociclista Miguel Oliveira, pelo reconhecimento do grande percurso como piloto ao serviço do desporto motorizado de alta competição. O seu percurso está marcado pelas muitas horas que treinou na pista do SAKI – Kartódromo Internacional Santo André e pelo papel preponderante na preparação de jovens talentos do Município provenientes do Oliveira Cup, o seu projeto pedagógico pioneiro em Portugal. Na impossibilidade de estar presente, por se encontrar em competição no estrangeiro, Miguel Oliveira foi representado por Vítor Ferrinho do SAKI.

Momento de grande simbolismo e marcado pela emoção foi o da atribuição das Medalhas de Honra do Município aos Profissionais de Saúde da Unidade Local de Saúde do Litoral Alentejano (ULSLA) e aos Trabalhadores da Câmara Municipal de Santiago do Cacém.

Aos Profissionais de Saúde da ULSLA como reconhecimento pelo empenho e resiliência com que têm desempenhado a missão fundamental na primeira linha do combate à COVID-19. Em sua representação Joaquin de Toro, coordenador da Unidade de Saúde Púbica do Litoral Alentejano. Agradeceu em nome do Conselho de Administração da ULSLA e de todos os seus profissionais, “que têm, neste ano e meio, dado tantas horas da sua vida para conseguir controlar esta pandemia”.

Aos Trabalhadores do Município de Santiago do Cacém pela dedicação e empenho que demonstraram nestes tempos marcados pela pandemia, mantendo-se na linha da frente para assegurar o serviço público, quer nos serviços operacionais e técnicos, quer nos serviços administrativos para manter as suas competências e compromissos para com os munícipes. Representados por Fernando Dinis, da Proteção Civil Municipal, que sublinhou que “nos últimos 19 meses os trabalhadores da Câmara Municipal, uns na linha da frente outros a manter os serviços a partir de suas casas, debateram-se com uma nova realidade trazida pela pandemia.” Agradecendo o reconhecimento por parte do Município e salientando que “ainda não é tempo de baixar os braços no combate à Covid-19.”

A anteceder a entrega das Medalhas de Honra foram entregues 31 Medalhas de Mérito Municipal, atribuídas às seguintes personalidades e entidades:

Medalhas de Mérito individuais atribuídas a título póstumo: António Manuel Santos Gomes, Carlos da Silva Ramos e Júlio Milharadas.

Medalhas de Mérito individuais: Susana Mateus, António Albino, António Canaria, António Carlos Coimbra, António Saiote, Ilda Maria, João Pedro Lança, Osvaldo Énio Nóbrega Machado Godinho, Pedro Fragoso, Roberto Baião e Rui Matos.

Medalhas de Mérito coletivas: Associação Motor Sport de Vila Nova de Santo André, Associação Rota Vicentina, Associação São Francisco de Assis, Centro Equestre de Santo André, Conferência Vicentina de São Tiago e São João de Deus, Corpo Nacional de Escutas – Agrupamento 581 de Vila Nova de Santo André, Corpo Nacional de Escutas – Agrupamento 722 de Santiago do Cacém, Destilaria Black Pig, Entidade Regional de Turismo do Alentejo e Ribatejo, Grupo À Cante Alentejano Vozes AlémTejo, Grupo Motard Rodar Lento, Grupo Valouro, MareDeus, Monte Naturista “O Barão”, Reserva Alecrim, SIAS – Sociedade Industrial Alentejo e Sado, SA e Transmissão Sado.

A noite foi abrilhantada por momentos musicais da responsabilidade do Quinteto de Metais da Orquestra Sinfónica Juvenil.

O evento que marca as comemorações do Dia do Município, e que acontece de quatro em quatro anos, viu a sua data adiada devido à pandemia por COVID-19, realizou-se sujeito às medidas definidas pela Direção-Geral da Saúde, com um número restrito de convidados e num espaço diferente do habitual, o Largo Conde do Bracial (Largo do Pelourinho) em pleno Centro Histórico de Santiago do Cacém.

Partilhe a sua opinião connosco

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.