Editorial

O amanhã começa agora

Depois de se voltar de férias, e principalmente neste mês de setembro, todos os casais que têm filhos começam a pensar nas despesas a fazer para comprar todo o material para a escola. Ao programar as férias os pais colocam logo algum dinheiro de parte para essas despesas fixas. E esses valores nem sempre são poucos, mais se tiver 2… 3 ou mais filhos o que já pouco acontece.

As politicas governamentais e de alguns grupos nem sempre favorecem, e nestas ultimas décadas pior ainda, a família e nomeadamente as famílias numerosas. Todos os anos surgem grandes dificuldades por parte daqueles pais que têm fracos recursos económicos. Lá vai surgindo, meio a medo, algum apoio para as famílias, principalmente na aquisição dos livros escolares. Que a bem da verdade se diga – o ensino em Portugal, quando obrigatório deve ser gratuito, logo implica muita coisa. Não só a assistência às aulas, mas também todos os materiais que se usam.

Como isso nem sempre acontece, e de um modo geral, devido à renovação da sociedade, muito dela egoísta, que em muitos casos só pensa no seu “umbigo”, leva a que nos desresponsabilizemos por uma sociedade mais inclusiva e mais com o pensamento num futuro em renovação e que não pensa no seu crescimento com mais juventude. Ao início deste verão saiu o resultado preliminar dos Censos 2021, que deu um grande brado pela sociedade. A população na maior parte dos concelhos diminui.

Somos menos em Portugal.

É bom que olhemos bem para estes resultados e pensemos se as politicas que estamos a apoiar e que provocam a baixa natalidade devem continuar a ser aplicadas! Será que não se deveria fazer uma avaliação profunda, sabendo já faz alguns anos que a população portuguesa é envelhecida e que o apoio aos casais que queiram ter filhos é cada vez menor?!? Não será necessário uma política de apoio à natalidade para que se garanta o crescimento saudável da população e assim se possa apoiar os mais velhos?

Sem o suporte dos mais novos os idosos podem ser também prejudicados. O futuro de amanhã pensa-se hoje. Queremos um país jovem que proteja os mais idosos, os apoie e lhes garanta uma vida tranquila e feliz? Então apoie-se a família e nomeadamente apoie-se as famílias que pretendem ter mais filhos. A educação é um pilar fundamental e responsável. Pois constrói sociedades mais justas.

Abílio Raposo, Diretor

Partilhe a sua opinião connosco

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.