Cultura

Litoral EmCena ‘sobe ao palco’ dia 26 de maio

A Comuna – Teatro de Pesquisa abre o programa do Litoral EmCena, no próximo dia 26 de maio, com o espetáculo ‘Tudo É Relativo’.

A partir do dia 26 deste mês, os concelhos de Santiago do Cacém e de Sines, na Costa Alentejana vão acolher o projeto ‘Litoral EmCena’, que vai apresentar uma programação mensal de teatro de companhias nacionais e estrangeiras, estando previstos cerca de cem espetáculos ao todo em dois anos.

O projeto e o programa para 2021 vai ser apresentado oficialmente no dia 21 de maio, no Auditório Municipal António Chainho, a partir das 20:00.

‘Tudo é relativo’, pela Comuna – Teatro de Pesquisa, é o espetáculo que abre a programação no dia 26 de maio, no Centro de Artes de Sines, passando nos dias seguintes pelo auditório da Escola Secundária Padre António Macedo, em Vila Nova de Santo André, e pelo Auditório António Chainho, em Santiago do Cacém.

Seguem-se, em junho, a companhia Fontenova, com ‘A Paz Perpétua’ e A Barraca, com ‘Um Ivanov ou Ensaio sobre a mentira’. Em julho o Teatro Só, com ‘Sorriso’ e em agosto a ESTE, Estação Teatral, com ‘ Vagantes’, levam o teatro às pequenas localidades dos concelhos de Santiago do Cacém e de Sines. Além das três cidades onde decorre o Litoral EmCena, recebem estas companhias as localidades de Porto Covo, Lagoa de Santo André, Ermidas, Alvalade, Cercal, Abela, São Domingos e São Francisco da Serra.

Do programa do Litoral EmCena fazem também parte os locais GATO SA e Teatro do MAR, e ainda o Varazim Teatro, os Artistas Unidos e Pedro Diogo. A estrear-se em Portugal vão estar três companhias estrangeiras com espectáculos de teatro físico e visual vindas de França – COLLECTIF 2222 – , Alemanha – Bodecker & Neander Ca – e da Estónia –
Giraffe Royal Theatre.

Em setembro, chega à Costa Alentejana a companhia alemã Bodecker & Neander Ca, que traz consigo o espectáculo ‘Snowed in!’. Tanto os atores como o encenador, Lionel Ménard, trabalharam com Marcel Marceau, sendo essa uma grande referência na linguagem teatral com que apresentam as suas produções.

A companhia francesa COLLECTIF 2222, constituída por actores formados na prestigiada Escola Internacional de Teatro Jacques Lecoq, vai apresentar em outubro o espetáculo ‘Pourquoi Les Vieux, Qui N’ont Rien À Faire, Traversent-Ils Au Feu Rouge?’.

Em dezembro, a fechar a programação de 2021, sobe ao palco a companhia Giraffe Royal Theatre, vinda da Estónia, com o espectáculo ‘Karnaval’, uma performance visual de teatro físico na tradição do palhaço branco, técnica delicada e requintada, que quase desapareceu nos dias de hoje.

Estão ainda previstas outras iniciativas paralelas, como workshops e três exposições itinerantes, que vão circular entre Vila Nova de Santo André, Santiago do Cacém e Sines.

O programa está sujeito a alterações ou atualizações ao longo do ano, tendo em conta a situação pandémica.

Partilhe a sua opinião connosco

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.