Igreja / Necrologia

A partida de um amigo

Partiu para a casa do Pai, o Pe JOSÉ AFONSO MARQUES PINTO, Sj. Foi Pároco desta nossa Paróquia de 1993 a 1995, aquando da saída do Pe Manuel Malvar para Cernache. Homem dedicado às obras socias da Paróquia, principalmente à Cáritas Paroquial.

Obrigada Padre Afonso pelo apoio que sempre deu ao Jornal “O Leme”. Agradecemos a dedicação que sempre
entregou ao serviço da pessoa humana em prol dos que mais sofriam e precisavam na nossa região e a sua
preocupação com as desigualdades sociais. Paz à sua Alma.

A dia 22 deAbril, pelas 18:30h foi celebrada Missa pela sua alma, na igreja que ele viu ser inaugurada e Dedicada pelo saudoso D. MANUEL FALCÃO, Bispo de Beja. Um pouco do seu percurso O P. José Afonso nasceu na freguesia de
Santos-o-Velho, Lisboa, no dia 3 de abril de 1930 e entrou na Companhia de Jesus no dia 14 de novembro de 1956, em
Soutelo, Braga. Antes de entrar na Companhia frequentou o Instituto Superior Técnico onde se formou em Engenharia Civil. Exerceu a profissão durante algum tempo e fez o serviço militar como engenheiro. Depois do Noviciado fez dois anos de Juniorado e foi professor de matemática dos Juniores. Em 1960 foi para a Faculdade de Filosofia de Braga onde estudou filosofia durante dois anos. Em 1962 foi para o Colégio das Caldas da Saúde, em Santo Tirso, onde foi
professor e prefeito e colaborou na Enciclopédia VERBO. Em 1963 foi para Granada, Espanha, onde estudou teologia,
até 1967.

Foi ordenado sacerdote no dia 3 de julho de 1966, em Lisboa, no Colégio de S. João de Brito. Esteve como Capelão Militar em Moçambique de 1968 a 1970. Em 1971 foi destinado a Moçambique e esteve na missão do Chiritze como diretor espiritual dos alunos, professor e visitava as comunidades cristãs da missão. Em 1973 foi nomeado pároco da Paróquia da vila do Furancungo. Fez os últimos votos no dia 2 de fevereiro de 1973, no Chiritze. Em 1974 mudou para a cidade da Beira onde foi vigário cooperador na Paróquia de Matacuane.

Em 1975 regressou a Portugal e esteve na residência da “Brotéria”, em Lisboa, como secretário da revista, auxiliar do
bibliotecário e colaborava na Paróquia de S. Francisco de Paula e na Paróquia de Corroios, Almada. Em 1977 foi vigário
paroquial do Vicariato de Nª Sª da Esperança, na Quinta do Conde, Setúbal, onde desenvolveu um trabalho notável,
numa zona recém habitada e ainda sem estruturas eclesiais montadas, nem mesmo uma capela para o culto. Em 1983 foi nomeado pároco da Paróquia de Cristo Rei, no Pragal. Continuava a residir na residência da Brotéria e só a partir 1985 é que começou a residir na Paróquia de Cristo Rei. Em 1992 foi para Vila Nova de Santo André e foi pároco da Paróquia de Santo André e de Melides. Em 1995 foi para a Charneca da Caparica colaborar na Paróquia.

Em 1997 voltou para Moçambique e foi nomeado pároco das Paróquias de Vila Ulóngue e da Mpenha. Foi superior da
comunidade de Ulóngue e coordenador do Centro de Formação e Promoção da vila. Em 2002 foi para a Beira colaborar na Paróquia de Matacuane. Em 2004 foi nomeado pároco da Paróquia de Msaladzi e residia na missão da Fonte Boa. Estava nesta residência quando a missão foi assaltada e assassinado um padre e uma voluntária dos Leigos para o Desenvolvimento, no dia 6 de novembro de 2006.

Em 2009 regressou definitivamente a Portugal e foi pároco da Paróquia da Sobreda, Caparica. Em 2015 foi para a residência da Brotéria onde exercia o ministério sacerdotal na Basílica da Estrela e em duas irmandades, a de Nª Sª
da Quietação (Flamengas) e de Nª Sª das Dores (Belém), para além de continuar a assistir uma equipa de casais.

Debilitado na saúde foi, em 2019, para a enfermaria do Colégio de S. João de Brito. Faleceu no dia 21 de abril de 2021, num hospital, em Lisboa, na sequência de complicações que surgiram depois de ter sido atingido pela COVID-19.

O P. José Afonso foi um sacerdote cheio de zelo apostólico e sempre disponível para o ministério sacerdotal. Irradiava boa disposição e era amigo de todos.

Hoje, dia 23 de abril, às 18h30, é celebrada uma missa de ação de graças pela sua vida na Igreja do Colégio de São João de Brito, em Lisboa. Devido às circunstâncias da sua morte, não será possível celebrar missa de corpo presente.

Partilhe a sua opinião connosco

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.