Sociedade

Quase 100 trabalhadores indiretos da Central a carvão de Sines “ficam sem emprego”

O Sindicato das Indústrias, Energias, Serviços e Águas de Portugal (SIEAP) alertou para o grave problema dos trabalhadores indiretos da Central Termoelétrica de Sines da EDP que já receberam carta de despedimento e defendeu uma transição energética justa.

“Há 99 trabalhadores que ficaram sem emprego com o encerramento da Central, ou seja já têm as cartas de despedimento”, disse o representante do SIEAP, Egídio Fernandes.

Estes trabalhadores, em janeiro, “apresentar-se-ão no Instituto do Emprego e Formação Profissional (IEFP) para
solicitar o respetivo subsídio de desemprego e reemprego”, acrescentou.

Artigo completo disponível na edição em papel de 07 de Janeiro de 2021, n.º 776

Partilhe a sua opinião connosco

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.