Economia

Alargado prazo de entrega de propostas para construção do Terminal Vasco da Gama em Sines

O concurso público internacional para a construção e concessão do novo terminal de contentores do porto de Sines, o Terminal Vasco da Gama, vai ter um prazo alargado até ao próximo ano, para entrega de propostas por parte dos potenciais concorrentes, devido ao impacto da covid-19, confirmou fonte da administração. 

Em entrevista ao programa da Comunidade Portuária e Logística de Sines (CPLS), na rádio M24, o presidente do conselho de administração da Administração dos Portos de Sines e do Algarve (APS), confirmou que o prazo para apresentação de propostas para o concurso público de construção do futuro terminal vai ser prorrogado até 06 de abril de 2021.

“A pandemia aconteceu num momento critico do concurso, quando as empresas iam começar a olhar para o processo para apresentarem propostas em julho e até porque tínhamos um conjunto de reuniões e de contactos com potenciais interessados no concurso, as coisas alteraram-se
radicalmente e depois de uma conversa com o Governo foi nosso entendimento que o melhor seria fazer o adiamento deste processo”, explicou José Luís Cacho.

O administrador adianta que o processo “foi adiado para o próximo ano para termos tempo para trabalhar e, dentro das expectativas, como os potenciais concorrentes manifestaram”.

O concurso público para o investimento privado de cerca de 642 milhões de euros, foi lançado a 13 de outubro e o prazo final para entrega de propostas estava inicialmente agendado para 13 de junho mas a data vai ser prolongada até abril de 2021.

De acordo com José Luís Cacho, a dilatação do prazo “significa o atraso de um ano no projeto”.
“Isto era uma obra que estaria operacional em 2025/26. Estamos a abrir o concurso hoje para o terminal começar a operar nessa altura, temos de fazer todos os projetos, as obras, equipamentos e pôr isto a funcionar é um processo longo que iria levar o seu tempo”, acrescentou.

O responsável diz estar expectante em relação à forma como a economia mundial vai recuperar da pandemia de covid-19 “para que este processo seja possível”.

“Se não for hoje ou amanhã, é depois de amanhã, ou seja pode haver aqui uma dilatação no tempo mas acredito que o Terminal Vasco da Gama vai ser uma realidade”, concluiu.

No caso da expansão do atual terminal de contentores do porto de Sines, o administrador disse que o processo está a decorrer e, quanto às obras de extensão do molhe, no valor de cerca de 80 milhões de euros, da responsabilidade da APS, já foram adjudicadas à Condurile prosseguem como planeado.

Partilhe a sua opinião connosco

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.