Editorial

Editorial: Não prejudiques o inocente

Por Abílio Raposo, diretor

Nestes dias temos ouvido falar muito de greves. Muitas áreas profissionais defendem os seus princípios e direitos, perante a entidade patronal. A maioria das greves em Portugal, são lutas contra atitudes do próprio Governo da República.

Existe uma lei na constituição que diz que o principal objetivo do Estado é proteger os portugueses. Mas nem sempre isso acontece. E as greves são um sinal claro de que aquele que nos devia proteger e defender, está a descuidar as suas obrigações.

Podemos dizer que alguma coisa não está certa neste momento e que os trabalhadores têm de recorrer a manifestações públicas para exigir o que lhe é de direito. Estas exigências, por vezes podem levar grupos de cidadãos a tomar atitudes menos próprias, porque não são atendidos e nem conseguem reuniões de consenso.

Artigo completo disponível na edição em papel de 21 de Fevereiro de 2019, n.º 733

Anúncios

Partilhe a sua opinião connosco

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.