Editorial

Editorial: Caminhar e peregrinar de mãos dadas

Por Abílio Raposo, diretor

Estamos no mês de Maio e próximo das celebrações de Fátima, que serão no dia 13. Têm crescido muitos nos últimos anos os grupos de peregrinos a pé para o Santuário de Fátima. Podemo-nos interrogar o porquê desta ocorrência.

Nestas últimas décadas tem sido incentivado a que as pessoas façam caminhadas porque faz bem à saúde; assim dizem os médicos, e nós acreditamos que sim. Mas também sabemos que tudo tem o seu “peso e medida”, para que o organismo e a mente possam beneficiar.

Em todas as cidades e nas pequenas aldeias há alguém, de manhã cedo ou ao final da tarde a fazer caminhada. Entrou na rotina de muita gente. Sabemos que de facto esta modalidade surge devido ao sedentarismo de muitas pessoas, que devido à sua profissão não podem andar o recomendado durante o dia.

Artigo completo disponível na edição em papel de 10 de maio de 2018, n.º 715

 

Anúncios

Partilhe a sua opinião connosco

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.