Jovializar por aí

Jovializar Por Aí: “Ser descontente é ser homem”

Por Elisabete Fino, aluna da ESPAM

No emblemático poema “O Quinto Império”, presente na obra epo-lírica Mensagem, Fernando Pessoa afirma perentoriamente uma das suas mais emblemáticas máximas: “Ser descontente é ser homem.”.

Desta forma, o poeta resume, em poucas palavras, a essência humana e afirma a insatisfação como a sua condição fundamental, veiculando assim uma filosofia devida avessa ao conformismo.

O Homem, segundo Pessoa, não é ele próprio se não sonhar. O que nos distingue, enquanto espécie do animal, aquilo a que ele apelida de “cadáver adiado que procria”, é a nossa capacidade única de ousar, sonhar, ir mais além e “ver as formas invisíveis da distância imprecisa”.

Artigo completo disponível na edição em papel de o8 de março de 2018, n.º 711

Elisabete Fino, nº7, 12ºB, ESPAM
sob a coordenação da professora Paula Moreira de Carvalho

Anúncios

Partilhe a sua opinião connosco

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

w

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.