Opinião

Opinião: Uns e outros, a forma de ser português

Por João Pereira da Silva,

De vez em quando, dou comigo a tentar encontrar justificação para o código genético do “ser português”. As recentes notícias sobre as alegadas fraudes numa IPSS, o suposto escândalo de jogadores de futebol ligados a suborno para apostas, ou ainda os alegados negócios com os incêndios, parecem trazer ao de cima um dos lados negros do nosso ser. E curioso, boa parte de nós ainda se surpreende e reage como virgens ofendidas.

Não vimos já estas cenas, noutros filmes e com outros actores? Fizemos, colectivamente, algo para mudar? É verdade que estes não são casos de natureza exclusiva de um povo. Mas são seguramente, a provarem-se, casos miseráveis. Dirão alguns, é a natureza humana. E será isso uma fatalidade? Onde andamos todos nós para controlar? Ou já deixámos de ser Democracia?

Não me revejo em muito do comportamento colectivo e de certos valores societários do ser português. Contudo, reconheço aos portugueses, enquanto povo, características fantásticas e provavelmente únicas. E dessas eu gosto. Talvez por isso, os nossos “melhores” são os melhores em qualquer parte do universo.

Artigo completo disponível na edição em papel de 11 de janeiro de 2018, n.º 707

Anúncios

Partilhe a sua opinião connosco

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.