Sociedade

Santiago do Cacém pede revogação dos contratos de exploração de petróleo na bacia do Alentejo

A Câmara de Santiago do Cacém pediu a revogação dos contratos de exploração de hidrocarbonetos na bacia do Alentejo na sequência do parecer solicitado pelo Governo. A decisão foi tomada na última reunião de câmara do executivo comunista.

A Câmara de Santiago do Cacém já enviou o seu parecer para a Direção Geral de Energia e Geologia relativamente à exploração de hidrocarbonetos na área de concessão ‘Lavagante’ no deep offshore da Bacia do Alentejo.

Recorde-se que o Governo solicitou um parecer às câmaras municipais de Santiago do Cacém, Sines, Odemira, Aljezur, Vila do Bispo e Lagos sobre o plano de trabalhos para 2018 apresentado pelo consórcio ENI/Galp.

Na última reunião de câmara, o executivo municipal ratificou um documento apresentado pelo presidente da Câmara Municipal que defende a revogação dos contratos para “permitir uma discussão ampla sobre o assunto”.

Artigo completo disponível na edição em papel de 19 de dezembro de 2017, n.º 706

Anúncios

Partilhe a sua opinião connosco

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

w

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.