Política

PSD defende regime de exceção para a falta de recursos humanos no HLA

O deputado do PSD, Pedro do Ó Ramos, está preocupado com as enormes dificuldades que vários serviços do Hospital do Litoral Alentejano estão a passar, devido à falta de médicos, enfermeiros e assistentes operacionais.

A Unidade Local de Saúde do Litoral Alentejano (ULSLA) é a que tem o pior rácio de enfermeiros por habitante, em todo o país, bem como a que tem o mais baixo financiamento per capita, alerta o deputado que defende a necessidade de se introduzir um regime de exceção que permita a contratação de pessoal.

“A possibilidade de se rever o quadro de pessoal para permitir a contratação e isso, atualmente, não acontece o que leva [Conselho de Administração] a recorrer a prestadores de serviços, encarecendo os valores, o que não é uma boa solução”, refere o Pedro do Ó Ramos que espera que o Ministério das Finanças e da Saúde “consigam alterar esta situação para que o quadro de pessoal seja revisto”.

Artigo completo disponível na edição em papel de 07 de dezembro de 2017, n.º 705

Anúncios

Partilhe a sua opinião connosco

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s