Economia / Empresas & Negócios

Empresas & Negócios: Monte das Bagas dá frutos em Santo André

Em saladas, adicionadas em pratos cozinhados, papas ou iogurtes, convertidas em doces e compota ou mesmo simples, as bagas goji podem ser consumidas de todas as maneiras e mais alguma. Habituámo-nos a vê-las nas prateleira  dos supermercados portugueses em pacotes de bagas desidratadas, mas podem ser também consumidas frescas.

As bagas goji, originárias do Noroeste da China e do Tibete, chegaram a Portugal há alguns anos e começaram a ficar conhecidas como um dos chamados ‘superalimentos’ da moda, pelas propriedades benéficas para a saúde que têm.

É esta a aposta de um novo projeto de agricultura biológica que começou este ano a ser implementado num terreno rural da freguesia de Santo André, em plena Reserva Natural das Lagoas de Santo André e da Sancha.

Desafiado pelos pais a encontrar uma forma de “rentabilizar o terreno”, Bruno Beires encontrou na produção de bagas goji a solução para desenvolver o projeto familiar.

Artigo completo disponível na edição em papel de 07 de dezembro de 2017, n.º 705

Anúncios

Partilhe a sua opinião connosco

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s