Opinião / Editorial

Editorial: A vida preserva-se

O mês de novembro lembra-nos que o Outono chegou e vai limpando o que a Primavera criou e desenvolveu e que agora está a morrer; as folhas das árvores caem, os frutos estão secos, as ervas dos campos que secaram no verão começam a dar lugar a campos verdes. Recordam-se aqueles que um dia viveram no meio de nós, através das visitas e orações pelos defuntos, que celebramos no dia de Finados.

Recordamos também as vitimas que a estrada tem provocado através dos acidentes de viação. Este dia é o dia em que recordamos aqueles que perderam a vida nas estradas, mas ao mesmo tempo quer ser um dia que recorda a todos que devemos ter atenção e consciência que a estrada é um bem, mas que deve ser utilizada com muito respeito pelas regras de condução e respeito pelos outros.

Este mês abre-nos a porta ao fim do ano, em que tem início o inverno. Com o inverno vem a chuva e o frio. Ambos de extrema importância para a vida humana. Neste momento vivemos um período de seca extrema e que coloca ao Ser Humano uma preocupação muito grande. A água é vida e por isso um bem fundamental à nossa existência. O nosso modo de vida moderno leva-nos a não ver como utilizamos a água e a quantidade que gastamos, porque abrir a torneira e sair água é fácil, isto é, não nos dá consciência do que estamos a fazer.

Artigo completo disponível na edição em papel de 23 de novembro de 2017, n.º 704

Anúncios

Partilhe a sua opinião connosco

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s