Sociedade

Unidade de Convalescença do Litoral Alentejano não fecha, mas reduz camas

A Unidade de Convalescença do Hospital do Litoral Alentejano (HLA) não vai ser encerrada, segundo assegurou ao jornal O Leme o presidente da Administração Regional de Saúde do Alentejo, José Robalo, que indicou que o número de vagas foi reduzido “transitoriamente”, mas que a intenção é voltar a disponibilizar as mesmas vagas.

“Não houve qualquer encerramento da Unidade de Cuidados Paliativos como não houve nenhum encerramento da Unidade de Convalescença”, disse em declarações ao jornal O Leme o presidente da ARS, José Robalo, que confirmou no entanto uma “deslocalização da Unidade de Paliativos” dentro do hospital para “rentabilizar os recursos humanos”.

Utentes e enfermeiros protestaram no dia 17 de outubro em frente ao HLA contra o encerramento destes serviços, tendo ainda no início do mês, a Comunidade Intermunicipal do Alentejo Litoral (CIMAL) solicitado uma reunião ao ministro da Saúde sobre o mesmo assunto, já depois de o presidente da Câmara Municipal de Santiago do Cacém ter também pedido uma audiência ao secretário de Estado da Saúde.

Artigo completo disponível na edição em papel de 09 de novembro de 2017, n.º 703

Anúncios

Partilhe a sua opinião connosco

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s