Autárquicas 2017 / Política

Requalificação urbana, ação social e turismo debatidos em Santiago do Cacém

Os candidatos à Assembleia de Freguesia  da União de Freguesias de Santiago do Cacém, Santa Cruz e São Bartolomeu da Serra debateram, no âmbito da ‘Operação Autárquicas 2017’ promovida pela Rádio Miróbriga e pelo jornal O Leme, as propostas que defendem para os próximos quatro anos.

Os candidatos da CDU, PS, coligação PSD/CDS-PP e Bloco de Esquerda definiram as suas prioridades apontando o seu foco para questões como a educação, requalificação e limpeza urbana, a ação social, turismo e atividades económicas.

A candidata da CDU, Isabel Contente elege a educação como a prioridade do seu programa eleitoral, que se baseia num projeto de continuidade do trabalho que tem sido feito nos últimos anos.

Isabel Contente (CDU), 51 anos, professora, independente, integrou a lista da CDU à CM de Santiago do Cacém em 2009

“É um projeto que está pensado ao nível da educação, aberto à comunidade, vai envolver crianças, jovens, idosos, estão pensados programas pedagógicos e intergeracionais para preservar o local e o ambiente numa perspetiva de desenvolvimento integral”, disse Isabel Contente. Outra prioridade da candidatura da CDU é a aposta na continuidade de “parcerias com o IEFP”, aproveitando “programas que já existem no terreno de inserção na vida ativa”. Além disso, a candidata da CDU pretende “captar financiamentos, novos investimentos e novos postos de trabalho”. A “requalificação urbana”, a “dinamização e continuidade do posto de turismo”, a continuação de “parcerias com associaçoes e coletividades” são alguns dos pontos do programa eleitoral da lista da CDU.

O candidato do Partido Socialista, Fernando Bentinho, quer ser uma presença constante no dia a dia dos fregueses e assumir as competências que a lei confere.

Fernando Bentinho (PS), 44 anos, motorista de transportes públicos, independente, concorre pela primeira vez à AF de Santiago do Cacém

“Mais e melhor limpeza urbana” e  “mais e melhores espaços de lazer” são algumas das promessas de Fernando Bentinho, que anunciou a intenção de instalar “aparelhos de manutenção física”, caso vença as eleições autárquicas. “Contribuir para a resolução da circulação de transportes pesados” e “para a construção de uma circular externa na cidade de Santiago do Cacém” são outras das propostas do candidato socialista, que pretende ainda “contribuir para a elaboração de rotas turísticas nas três freguesias”.

A lista que encabeça baseia o programa eleitoral em sete eixos, “apostar na gestão política e administrativa, prestar apoio à população sénior, apoiar os jardins de infância e escolas, dinamizar atividade cultural, apoiar o desporto, contribuir para a dinamização económica e dinamizar atividades para os jovens das três freguesias”.

Já o candidato da coligação PSD/CDS-PP, Luís Raposo, elegeu a ação social e saúde, o turismo e atividades económicas e a juventude como prioridades.

Luís Raposo (PSD/CDS-PP), 47 anos, técnico superior no IEFP, exerceu funções de cargos diretivos na vida política e associativa, militante do PSD

“Temos probreza nas freguesias e alguma pobreza envergonhada”, afirmou o candidato, que anunciou a criação de “um programa de apoio aos idosos mais carenciados”. Ainda no Âmbito da ação social, Luís Raposo defendeu a criação de “um fundo social que consista no apoio financeiro e suplementar e de natureza excepcional e temporária”. Para o desenvolvimento económico, o candidato da coligação PSD/CDS-PP defendeu “uma política mais eficaz” com vista à “captação de emprego e fixação dos jovens”.

Para o candidato do Bloco de Esquerda, João Madeira, há dois problemas que merecem atenção e que dizem respeito à construção de uma variante a Santiago do Cacém e a deslocalização do cemitério do Castelo da cidade mas, em termos de prioridades, o candidato defende uma política de desenvolvimento capaz de induzir emprego.

João Madeira (BE), 61 anos, professor, concorre pela primeira vez à AF Santiago do Cacém, mas já foi candidato à CMSC em 2005 e 2013, é militante do BE.

“Aquilo que é central para o desenvolvimento de Santiago do Cacém é a articulação entre património e turismo”, defendeu o candidato. Além disso, João Madeira quer melhorar a “qualidade de vida das pessoas” e conseguir a “transferência de competências da CM para a JF”.

“Enquanto freguesia que está na sede do concelho, esta freguesia precisa de mais competências, que estão previstas na lei e que não têm sido atribuídas”, disse.

Todos os debates foram transmitidos em direto pela Rádio Miróbriga, com posterior publicação escrita do resumo do encontro na edição online do jornal O Leme. O calendário de debates pode ser consultado aqui.

O debate pode também ser ouvido na íntegra aqui.

Outros debates:

» Entrevista ao único candidato à AF Abela » Ler ou Ouvir

» Debate com candidatos à AF Alvalade » Ler ou Ouvir

» Debate com candidatos à AF Cercal do Alentejo » Ler ou Ouvir

» Debate com candidatos à AF Ermidas-Sado » Ler ou Ouvir

» Debate com candidatos à AF Santo André » Ler ou Ouvir

» Debate com candidatos à AF São Domingos e Vale de Água » Ler ou Ouvir

» Debate com candidatos à AF São Francisco da Serra » Ler ou Ouvir

» Debate com candidatos à AF Santiago do Cacém, São Bartolomeu da Serra e Santa Cruz » Ler ou Ouvir

» Debate com candidatos à CM Santiago do Cacém » Ler ou Ouvir

Anúncios

Partilhe a sua opinião connosco

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s