Local / Sociedade

Devolução de correspondência em Santo André gera reclamações

A devolução de correspondência e a demora na receção do correio têm sido motivo de descontentamento para alguns residentes de Vila Nova de Santo André, situação que levou a que o presidente da Câmara Municipal de Santiago do Cacém e o presidente da Junta de Freguesia de Santo André resolvessem intervir junto dos CTT.

“Os Presidentes da Câmara Municipal de Santiago do Cacém, Álvaro Beijinha e da Junta de Freguesia de Santo André, Jaime
Cáceres, reuniram, no mês de agosto com o representante dos CTT de Santo André para procurar, em conjunto, soluções para
a distribuição de correio em Vila Nova de Santo André”, anunciou o município num comunicado enviado ao jornal O Leme.

O encontro decorreu no seguimento de “um conjunto de reclamações demonstrativas da insatisfação por parte da população na distribuição do correio”.

Segundo informou a Câmara Municipal de Santiago do Cacém, a devolução de correspondência é justificada com a alteração da toponímia da cidade, que ocorreu há quase 20 anos atrás. No entanto, alguns residentes continuaram a utilizar a anterior designação.

Para ler artigo completo consulte a edição em papel de 07 de setembro de 2017, n.º 699

Anúncios

Partilhe a sua opinião connosco

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s