Sociedade

Câmara de Odemira prepara estratégia de valorização do rio Mira

A Câmara Municipal de Odemira está a preparar uma estratégia para valorizar o rio Mira, com a intenção de potenciar aspetos “arqueológicos, geológicos e biológicos” o plano de água que liga o interior do concelho, desde a Barragem de Santa Clara, ao litoral, com a foz em Vila Nova de Milfontes.

“O rio Mira oferece-nos condições que já vão sendo exploradas, mas há mais por explorar”, disse ao jornal O Leme o presidente do município, José Alberto Guerreiro, referindo-se a “valores arqueológicos”, “geológicos” e “biológicos”, bem como de “utilização do próprio plano de água”.

Para o autarca, o rio Mira “pode e deve ser aproveitado como uma vertente de valorização turística” e isso é também contemplado no Plano Estratégico e Operacional de Valorização do Rio Mira que o município está a criar.

Embora esteja ainda em “preparação”, a estratégia inclui “algumas componentes” de investimento que já estão “em implementação” , como é o caso da criação de estruturas da primeira praia fluvial criada pelo município na barragem de Santa Clara, que inclui sanitários e estacionamento, e que este ano hasteou a Bandeira Azul.

O artigo completo pode ser lido na edição em papel de 10 de agosto de 2017, n.º 698

Anúncios

Partilhe a sua opinião connosco

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s