Economia

Rota Vicentina prepara-se para investir “cerca de 1,5ME”

A Associação Rota Vicentina vai investir “cerca de 1,5 milhões de euros” em novos percursos, em turismo acessível e cultural, na monitorização, na sensibilização e na promoção turística. Os projetos, a concretizar nos próximos “dois a três anos”, vão ser comparticipados por fundos comunitários, no âmbito de diferentes programas de financiamento.

Entre Santiago do Cacém e o Cabo de São Vicente vão ser criados 12 novos percursos circulares

Os trilhos pedestres entre Santiago do Cacém, no litoral alentejano, e Vila do Bispo, no Algarve, vão passar de 450 quilómetros para 750, em parte devido a 12 novos pequenos percursos circulares que estão a ser preparados e que devem ser inaugurados na primavera de 2018.

A intenção da criação de percursos “mais curtos” e “mais fáceis de percorrer”, é “conquistar um mercado novo”, com a expectativa de atingir um público que não é necessariamente “caminhante”, mas que também “gosta de caminhar”, embora
possa viajar para a região “com outros interesses”, disse ao jornal O Leme Marta Cabral, presidente da Associação para a Promoção do Turismo de Natureza na Costa Alentejana e Vicentina – Rota Vicentina.

O artigo completo pode ser lido na edição em papel de 06 de julho de 2017, n.º 696

Anúncios

Partilhe a sua opinião connosco

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s