Coisas de Emigrante, Sociedade

Coisas de Emigrante: Era uma vez, no ano de 1994…

Por Daniela Cardoso, na Suíça

-“Netinha, tenho uma surpresa para ti!”

-“O que é avó? Um ovo Kinder?!”

-“Hoje é outra coisa,…o teu mano nasceu!”

Acabava de ser invadida por uma felicidade enorme de gritar ao mundo o nascimento do meu mano. Corri para o quintal, “assaltei” a casa de todos os vizinhos da estrada do canal a chorar de alegria.

Após umas semanas, estava sentada numa carrinha para poder conhecer o meu mano, na Suíça. Com nove anos, chegava a um país diferente.

Cada vez que se abria a porta da carrinha para deixar uma família, eu espreitava lá para fora na esperança de ver a minha mãe, pai, mana e mano. Vi um manto branco. Tudo era branco! Feria-me os olhos, era neve, queria pegar. Senti o vento frio e o silêncio das pessoas. Da janela olhava as montanhas e perguntava se seria ali que morava a Heidi.

O artigo completo pode ser lido na edição em papel de 23 de fevereiro de 2017, n.º 687

Advertisements

Discussão

Ainda sem comentários.

Partilhe a sua opinião connosco

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Artigos mais antigos

Para receber notificações por e-mail sempre que é publicado um novo artigo, deixe aqui o seu e-mail.

Junte-se a 3.091 outros seguidores

Arquivo online

Estatísticas do site

  • 128,379 visualizações
%d bloggers like this: