Política

Degradação do Centro de Saúde de Santiago preocupa PCP

A Comissão Concelhia de Santiago do Cacém do PCP exigiu recentemente novas instalações para o Centro de Saúde de Santiago do Cacém, que funciona há mais de trinta anos num edifício que, por falta de condições, coloca em risco o bem estar dos utentes e profissionais.

De acordo com a concelhia do PCP, as salas de consultas aos utentes encontram-se com o pavimento e pintura degradados,
sem sistema de som, janelas e persianas degradadas, calafetadas com panos ou toalhas no inverno.

De acordo com Miguel Gonçalves, um dos maiores exemplos da degradação do edifício aconteceu há mais de duas semanas, quando parte do teto de uma das salas de consultas caiu, pondo em causa a integridade física de uma criança e da sua mãe.

“Dentro da sala estava uma mãe e uma criança de 24 meses a ser assistida quando de repente o teto caiu e a mãe só teve
tempo de desviar a criança para não ser atingida, relataram-nos utentes do centro que assistiram ao episódio”, adianta
Miguel Gonçalves que lamenta o silêncio da Unidade Local de Saúde do Litoral Alentejano (ULSLA), em relação a este
caso.

Vale a pena ler o artigo completo na edição em papel de 17 de novembro de 2016, n.º 681

Anúncios

Partilhe a sua opinião connosco

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s