Igreja / Sociedade

Fome: Cáritas Europa apela a medidas “urgentes” contra flagelo que ameaça “800 milhões de pessoas”

A Cáritas Europa publicou uma mensagem para o Dia Mundial da Alimentação (16 de outubro) em que defende medidas “urgentes” e de “longo prazo” contra o flagelo da fome, que ameaça “800 milhões de pessoas”.

No texto, enviado à Agência ECCLESIA, a organização católica realça que “uma em cada nove pessoas em todo o mundo sofrem de subnutrição crónica”, um flagelo quase exclusivamente concentrado “nos países em vias de desenvolvimento”.

A “fome e a pobreza são atualmente as causas principais da imigração forçada e dos fluxos de deslocados”, que “ao longo do último ano atingiram o valor recorde de 65 milhões de pessoas”.

A Cáritas Europa recorda que na agenda adotada pelos líderes mundiais até 2030, no âmbito do Desenvolvimento Sustentável, está previsto como objetivo “o fim da fome, garantir a segurança alimentar e a nutrição e promover a agricultura sustentável”.

Artigo completo na edição em papel de 20 de outubro de 2016, n.º 679

Anúncios

Partilhe a sua opinião connosco

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s