Igreja

Projeto [Re]viver a Capela homenageia Padre Manuel Malvar

Por Raquel Calado*,

No meio da nossa cidade, encontrava-se um bairro despido aos olhos de quem por ele passava. No entanto, quem o vive sabe a dimensão que o mesmo possui, a vida que alberga, as oportunidades que cria, os sonhos que realiza. Sim, falamos do Bairro Azul. Um bairro que deixou o tempo passar por ele, tornando-se cada vez menos colorido e mais degradado.

Capela do Bairro Azul, em Vila Nova de Santo André

Capela do Bairro Azul, em Vila Nova de Santo André

Poderíamos deixá-lo de lado, esquecê-lo, procurar um lugar melhor. Mas existiu um problema: somos escuteiros, ensinados a deixar o mundo melhor do que o encontramos. Tal não significa que tenhamos de o revolucionar, mas talvez que tenhamos de cuidá-lo com amor.

Foi exatamente isso que decidimos colocar em prática. Pusemos mãos à obra e criámos um projeto, com o incentivo da atividade GO3 onde nos pediram que melhorássemos a nossa comunidade, e durante o verão demos cor ao edifício onde se encontra a Paróquia de Santa Maria, o jornal “O Leme”, as Cáritas e as Salas de Catequese.

Artigo completo na edição em papel de 22 de setembro de 2016, n.º 677

*Grupo Pioneiros, Agrupamento de Escuteiros nº 581

Advertisements

Discussão

Ainda sem comentários.

Partilhe a sua opinião connosco

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Artigos mais antigos

Para receber notificações por e-mail sempre que é publicado um novo artigo, deixe aqui o seu e-mail.

Junte-se a 3.091 outros seguidores

Arquivo online

Estatísticas do site

  • 128,586 visualizações
%d bloggers like this: