Cultura / Sociedade

Opinião: Tall Ships Lisboa 2016 SINES 2017

Carlos OliveiraPor Carlos Oliveira,

A Regata comemorativa dos 60 anos de regatas dos grandes veleiros passou por Lisboa. 50 navios dos quais 20 da classe A (maiores veleiros do mundo) estiveram atracados no cais de S. Apolónia durante 4 dias e foram visitados gratuitamente por muitos milhares de pessoas.

A evolução tecnológica da marinha deixou estes navios sem actividade profissional, eram navios de carga ou de pesca e tinham um destino de abate pela frente.

A sua recuperação como navios escola foi muito importante na preservação deste Património Mundial que, para além da sua beleza intrínseca, conta a historia da evolução das marinhas de guerra, de comércio e de pesca.

"A Regata afirmar-se-á como um momento único em que associaremos a história da Marinha Mundial à história do Alentejo"

“A Regata afirmar-se-á como um momento único em que associaremos a história da Marinha Mundial à história do Alentejo”

Mas a visita a estes navios não se fica por aqui. Neles encontramos a realidade de povos de todo o mundo, a sua identidade, a sua cultura e a história dos povos que os construíram e lhes deram trabalho.

Artigo completo na edição em papel de 08 de setembro de 2016, n.º 676

Anúncios

Partilhe a sua opinião connosco

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s