Local / Sociedade

Alcácer do Sal melhora saneamento e reduz descargas sem tratamento

O rio Sado vai ficar mais limpo depois de ter sido inaugurado recentemente o sistema intercetor de Alcácer do Sal, equipamento que permite enviar os efluentes da “parte baixa” da cidade para a Estação de Tratamento de Águas Residuais, uma obra que rondou os 1,8 milhões de euros e que faz parte de um conjunto de investimentos na melhoria do saneamento da cidade.

Em abril foi inaugurada uma nova a Estação de Tratamento de Águas Residuais (ETAR) em Alcácer do Sal, um investimento agora complementado com a conclusão do sistema intercetor, que implicou a construção de três novas estações elevatórias, uma conduta gravítica com 500 metros e uma conduta elevatória com cerca de cinco quilómetros.

O Sistema Intercetor liga a Estação Elevatória 1 (EE1), localizada atrás do antigo quartel dos Bombeiros, e segue junto ao rio até à EE3, no final da Avenida João Soares Branco, que tem por função elevar os efluentes para a ETAR. A meio da marginal foi construída a EE2, que conduz para a EE3 os efluentes drenados pelos coletores da avenida.

Artigo completo na edição em papel de 21 de julho de 2016, n.º 674

Anúncios

Partilhe a sua opinião connosco

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s