Opinião / Sociedade

Opinião: Turismo de visitação no sudoeste alentejano

Manuel Amaro Figueira - OpiniãoPor Manuel Amaro Figueira,

O “turismo de visitação” tem vindo a ganhar adeptos nos últimos anos, referindo-me especificamente ao incremento que esta atividade tem vindo a ter no território do Litoral Alentejano com particular destaque na área do Parque Natural do Sudoeste Alentejano e Costa Vicentina, onde se inclui o Aproveitamento Hidroagrícola do Mira.

O projeto “Rota Vicentina” foi uma iniciativa da Associação “Casas Brancas”, financiada com fundos Públicos Nacionais e Comunitários num valor global de aproximadamente 500.000,00€, que se traduziu na marcação de percursos entre Sagres e Grândola, maioritariamente junto ao Litoral , no sentido de facilitar o acesso de visitantes que desta forma podem apreciar as belas paisagens litorais e rurais.

Pareceu à data da sua criação e continua a parecer, uma ideia francamente interessante, estruturando um tipo de oferta turística claramente complementar do turismo “sol e praia”, assim contribuindo para reduzir a sazonalidade do turismo do nosso território, entre outras virtuosidades que sem dificuldade se podem associar a um produto desta natureza.

Artigo completo na edição em papel de 07 de julho de 2016, n.º 673

Anúncios

Partilhe a sua opinião connosco

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s