Sociedade

Reciclagem cresce na Costa Alentejana

A Ambilital recolheu ao todo ao longo de 2015 mais cerca de 135 toneladas de resíduos recicláveis do que no ano anterior, nos cinco concelhos da costa alentejana – Alcácer do Sal, Grândola, Santiago do Cacém, Sines e Odemira – e ainda em Ferreira do Alentejo e Aljustrel.

O vidro é o resíduo que, em toneladas, representa o maior valor de recolha e também o que mais tem crescido, tendo atingido as 1670 toneladas no ano passado, o que representou um aumento de cerca de 4,8 porcento. Segue-se o papel e o cartão, com 1423 toneladas recolhidas em 2015, valor que representou um aumento de 3,7 porcento. As embalagens plásticas e metálicas recolhidas atingiram as 815 toneladas, com um aumento de apenas 1,1 porcento em relação a 2014.

Apesar de ligeiro, aumento das quantidades de resíduos recolhidos destes sete concelhos pode significar que as pessoas fazem cada vez mais reciclagem. Isto deve-se, segundo o administrador da Ambilital, António Viana Afonso, a uma “maior consciência ambiental” das populações.

Artigo completo na edição em papel de 09 de junho de 2016, n.º 671

Advertisements

Discussão

Ainda sem comentários.

Partilhe a sua opinião connosco

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Artigos mais antigos

Para receber notificações por e-mail sempre que é publicado um novo artigo, deixe aqui o seu e-mail.

Junte-se a 3.092 outros seguidores

Arquivo online

Estatísticas do site

  • 128,643 visualizações
%d bloggers like this: