Coisas de Emigrante

Coisas de Emigrante: Não há coisa melhor que ouvi-lo pedir a música do “Chico Fininho”

Ana ChainhoPor Ana Chainho, em Abu Dhabi, EAU

Nem sei bem como é que isto aconteceu, mas o tempo continua a fazer das suas e lá vamos nós arrastados pelos dias.

Aqui a vida vai-se fazendo, como sempre, com dias bons e outros menos bons. Isto seria assim em qualquer lugar do mundo [é o que digo a mim mesma nos momentos de maior stress e vontade de entrar num avião com destino a Lisboa].

Sei lá eu como seria a minha vida se tivesse continuado em Portugal? Por isso arregaço as mangas e vou à luta, como é costume.

Espero um dia não me arrepender. Há muita gente que diz que não se arrepende nunca do que fez (mas sim do que não fez). Mas eu não sou assim. Arrependo-me de muitas das coisas que faço e depois fico consumida pela angústia. O que é
completamente inútil, pois não podemos mudar o passado nem voltar atrás no tempo.

Artigo completo na edição em papel de 19 de maio de 2016, n.º 670

Anúncios

Partilhe a sua opinião connosco

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s