Jovializar por aí

Era de Madrugada

Era de madrugada, por volta das 04h13min da manhã, estava tudo calmo, silencioso…

Pintura de Edmilson Costa

Pintura de Edmilson Costa

Por mais que tentasse, os meus olhos não se fechavam, talvez pelo facto de estarem tão inchados, das noites que eu passava em claro a olhar para o céu.

Era revolta, eu sabia disso, passavam-me mil e uma ideias malucas pela cabeça naquelas noites frias, era sempre assim.

De porta fechada, dentro do quarto, persianas entreabertas de modo a olhar as estrelas, de resto era apenas eu, uma qualquer rapariga embrulhada nos lençóis a pensar na vida. Ninguém sabia da existência daquelas noites, exceto eu, lembrava ofegantemente que teria de dormir, contava as horas para o tormento que me esperava.

Artigo completo na edição em papel de 07 de abril de 2016, n.º 667

Por Maria de Inês Ferreira, 9ºC, AESA, com Prof.ª Teresa Faia

Anúncios

Partilhe a sua opinião connosco

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s