Coisas de Emigrante

Coisas de Emigrante: Sonhar é e será sempre possível

Claudia Carracha - Coisas de EmigrantePor Cláudia Carracha, no Chile

Termino o ano com uma reflexão. Ao longo de quatro anos de vida em Santiago do Chile muitas vezes me questionei e ainda questiono sobre a dificuldade que este povo tem em comunicar, em gerir equipas, em tomar decisões, em assumir responsabilidades quando é necessário e as circunstâncias o impõem, em suma, em dar a cara.

Tenho conversado com vários amigos que mencionam que não é impressão minha, que realmente é isto que acontece no quotidiano. Quer seja na vida laboral ou familiar. E muitos explicam-no não somente como um tema cultural oriundo de toda a América do Sul, mas como um tema social e político.

O 11 de Setembro de 1973 (Golpe Militar de Augusto Pinochet que introduziu uma ditadura militar no pais derrubando o Presidente Salvador Allende do poder) marcou para sempre a mentalidade e interação social de cada chileno.

Artigo completo na edição em papel de 07 de janeiro de 2016 n.º 661

Anúncios

Partilhe a sua opinião connosco

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s