Editorial / Opinião

Editorial: A União Europeia

Abílio Raposo

Director

Por Abílio Raposo,

Muito se tem falado nestes dias sobre o problema da Grécia. Será que irá pagar aos credores ou não? Será que consegue convencer os credores a renegociar a sua divida para não sobrecarregar os gregos, para não aumentar a austeridade?

Muitas outras perguntas poderiam ser feitas. Mas eu não sou economista e pouco sei sobre economia. Na verdade o que me assalta neste momento é a questão europeia. Será que aquele ideal sonhado no princípio conseguirá chegar a bom termo?

A Europa pretendeu unir-se para se completar nas suas grandes necessidades. Em que cada país, com a sua cultura, a sua história, industria, religião, a sua agricultura, pudesse entreajudar-se e complementar-se. Tudo isto seria a nossa grande riqueza. O princípio foi bom e pretendia-se algo nunca antes construído no mundo. Um continente exemplo para os outros. Em que reinasse a Paz e a harmonia entre todos. Os que mais tinham ajudavam os outros a crescer. Para caminhar na igualdade dentro da diferença de cada um.

Artigo completo na edição em papel de 16 de Julho de 2015, n.º 651

Anúncios

Partilhe a sua opinião connosco

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s