Cultura

Teatro ao Largo “sai de cena” após 20 anos em palco

A retirada de apoio por parte da Direção Geral das Artes (DGArtes) em 2013 dificultou a situação financeira do Teatro ao Largo nos últimos anos, o que levou o encenador, Steve Jonhston, e o produtor executivo, Pedro Pinto Leite, a decidir “sair de cena” este ano.

As dificuldades financeiras da companhia profissional de Odemira levaram a que deixasse este ano de produzir espetáculos

“Era financeiramente impossível continuar”, lamenta Steve Johnston, em declarações ao jornal O Leme, num e-mail enviado da Alemanha, onde está atualmente a trabalhar com outra companhia de teatro.

“Considero a forma como fomos tratados pela DGArtes negativa e irrefletida”, argumenta, referindo-se à retirada de apoio pela DGArtes à companhia profissional de Odemira, após 17 anos sucessivos de atribuição de fundos na ordem dos 75 mil euros.

“Ficámos desmotivados”, confessa o encenador, que tem em cena atualmente em Portugal uma produção em conjunto com o Teatro do Mar – “A Balada do Velho Marinheiro”.

“Devia ser objetivo da DGArtes incentivar os grupos de teatro profissionais”, defende, criticando a falta de conhecimento que considera haver nesse organismo sobre o trabalho que cada companhia desenvolve.

Artigo completo na edição em papel de 04 de Junho de 2015, n.º 648

Anúncios

Partilhe a sua opinião connosco

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s