Sociedade

Poluição ambiental em Sines discutida em sessão pública

O presidente da Câmara Municipal de Sines, Nuno Mascarenhas lamentou a ausência de investimento, durante largas décadas, das empresas da plataforma industrial de Sines no combate aos odores.

Focos de maus cheiros estão identificados, diz o presidente da Câmara de Sines |Foto: Helga Nobre|

Focos de maus cheiros estão identificados, diz o presidente da Câmara de Sines
|Foto: Helga Nobre|

O autarca, que falava aos jornalistas à margem da sessão pública que se realizou, no passado dia 25 de Março, para debater os maus cheiros que se fazem sentir no concelho de Sines, atribuiu responsabilidades às empresas e às entidades fiscalizadoras que não deram resposta ao problema mais cedo.

“A responsabilidade é total ou quase total das empresas mas há outra responsabilidade que temos de admitir que existiu ou seja, as entidades que devem fiscalizar estas empresas e não o fizeram”, acusou o edil referindo-se à CCDR, Agência Portuguesa do Ambiente (APA), AdSa, Repsol e Galp, entidades que no seu entender “andaram de costas voltadas e que, neste momento, têm um fórum próprio para discutir e encontrar soluções”.

Artigo completo na edição em papel de 02 de Abril de 2015, n.º 644

 

Partilhe a sua opinião connosco

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.