Sociedade

Simulacro testa emergência na AdSA

Uma avaria no sistema eléctrico, nas instalações da Águas de Santo André (AdSA), desligou todo o circuito eléctrico do edifício de cloragem, provocando uma fuga de cloro.

180 crianças, funcionários, bombeiros, protecção civil e hospital do litoral alentejano envolvidos |Foto: Mário Afonso|

180 crianças, funcionários, bombeiros, protecção civil e hospital do litoral alentejano envolvidos |Foto: Mário Afonso|

Foi este o cenário encenado a 06 de Dezembro pelo simulacro promovido pela empresa nas suas instalações, em Vila Nova de Santo André.

Ao todo foram envolvidas cerca de 200 pessoas no simulacro, que decorreu entre as 10h00 e as 11h00, com a colaboração do
agrupamento de escolas de Santo André, dos bombeiros locais, da GNR, do Hospital do Litoral Alentejano, do serviço de protecção civil municipal de Santiago do Cacém e da Autoridade Nacional de Protecção Civil.

A ocorrência simulada “obrigou” à evacuação dos funcionários feridos e à evacuação das instalações, bem como dos cerca de 180 alunos da Escola Básica n.º 3 de Vila Nova de Santo André.

Artigo completo na edição em papel de 18 de Dezembro de 2014, n.º 637

Partilhe a sua opinião connosco

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.