Economia

Mira Amaral aponta ferrovia de bitola europeia como essencial para competitividade do Porto de Sines

“Foi um erro deste Governo acabar com este projecto”, disse, na III Conferência da Comunidade Portuária de Sines, Luis Mira Amaral, da Confederação da Indústria Portuguesa (CIP), referindo-se à ligação do Porto de Sines a Espanha, pela ferrovia de bitola europeia.

CPSI - Sines

O economista defendeu, no encontro que decorreu a 25 de Novembro no auditório da APS, a necessidade de uma linha
ferroviária de bitola europeia para garantir a competitividade do Porto de Sines, projecto que esteve já para ser executado, mas nunca chegou a avançar.

“Nós não podemos continuar a transportar para a europa por via rodoviária as nossas mercadorias, temos que mudar para o modo ferroviário e marítimo”, disse.

“Isso significa ter linhas de bitola europeia para a europa e ter portos a fazer uma gestão eficiente dos contentores para utilizar a via marítima para haver interligação entre portos, autoestradas e ferrovias”, argumentou.

“Há aqui uma nova vida para Sines relacionada com estas ligações. Sines tem a possibilidade de atraír novas insdustrias com estas novas ligações”, defendeu ainda durante a conferência onde debateu “a estratégia dos 3 I’s – Industrialização da 4.ª
Geração, Inovação e Integração”, juntamente com José Manuel Mendonça, presidente do INESC do Porto, Alberto Gavinhos, director de produção da Auto-Europa e Miguel Guerreiro, CFO da Siemens.

Artigo completo na edição em papel de 04 de Dezembro de 2014, n.º 636

Anúncios

Partilhe a sua opinião connosco

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.