Opinião / Política / Sociedade

A opinião que esperamos não seja crónica…

Por Eduardo Guedes Vaz, empresário em Sines

Opinião - Eduardo Guedes Vaz

Pela primeira vez na minha vida tive dificuldade em escolher um tema para para partilhar opinião nos hoje chamados de media.

Se pensava na nação e no seu estado desde governantes a governados o que constatamos é que em Portugal ser honesto é ser burro. O panorama é dantesco e as ténues esperanças de que haja alguma decência esboroa-se a prazo para cima e para baixo desde autoridades, eleitos, autarcas, eclesiásticos, banqueiros, bancários, professores, empresários, médicos e outros sempre jogadinhos ao pote como se do pote do arco-íris se tratasse.

Enfim a ausência de moral e princípios não escolhe classe , cor, tipo e até credo. Se reflectia sobre o mundo o panorama não melhorava desde os EI (estúpidos indecentes) aos BokoArum que deveriam ter sido abortados, ao Barraca Abana que afinal é mais feiticeiro que o Bush, à senhora M. que é a versão nacional socialista da economia, aos Iraques, Afeganistões, Guinés e pasme-se até sítios e lugares que só têm pedras ou areia.

O artigo completo na edição em papel de 02 de Outubro de 2014, n.º 632

Anúncios

Partilhe a sua opinião connosco

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.